dublin, irlanda 05

Dublin, Irlanda: 13 curiosidades sobre essa incrível cidade

Dublin, a capital da Irlanda, é uma cidade que tem atraído cada vez mais brasileiros, especialmente aqueles que desejam fazer intercâmbio. Seja qual for o seu objetivo — estudo de inglês, trabalho ou simplesmente turismo — vale a pena conhecer mais sobre essa cidade incrível.

Para isso, trouxemos curiosidades e informações úteis que vão ajudar você a ficar por dentro dos costumes e atrações, além de impedir que você entre numa furada.

Informação é o que não falta, viu? Por isso, continue acompanhando!

 

Dublin, Irlanda: 13 curiosidades sobre essa incrível cidade

1. Dublin é a queridinha dos intercambistas brasileiros

dublin irlanda 08

O primeiro fato curioso que não pode deixar de ser ressaltado é, sem dúvida, a alta procura dos intercambistas do Brasil por essa cidade.

A Irlanda é um dos poucos países que permite que os brasileiros façam intercâmbio de estudo e trabalho, aprendendo inglês e podendo exercer atividades remuneradas no turno contrário. Por isso, o que não faltam em Dublin são conterrâneos nossos.

Mas há muitas outras coisas. A seguir você pode se encantar e se surpreender com as mais inusitadas curiosidades desse lugar.

 

Dublin, Irlanda: curiosidades do dia a dia

Existem muitos fatos curiosos do cotidiano dos irlandeses. Alguns são tão positivos que dá vontade de ir correndo para lá. Já outros podem soar um pouco estranhos para nós, brasileiros. Olha só!

2. Tomadas e interruptores

Talvez você já tenha ouvido falar e pode ser que não tenha acreditado, mas é verdade, não há tomadas ou interruptores na parte de dentro dos banheiros irlandeses.

É uma estratégia de segurança que precisa ser rigorosamente seguida. Isso é exigido por lei. Essa é uma medida preventiva para evitar choques e outros problemas elétricos. Lá a voltagem é de 220v – 230v.

Isso é mais que uma informação, é um alerta, tá? Tem gente que entra no banheiro e fica procurando onde acender a luz. Aí não tem jeito, tem que “cumprir a missão” no escuro mesmo.

O motivo de tanta precaução é a alta umidade presente nas paredes. O clima em Dublin é bastante úmido, pois a Irlanda conta com um alto índice pluviométrico. Chove aproximadamente 128 dias por ano e está quase sempre nublado.

 

3. Cadê a lixeira?

Ainda no banheiro, após resolver seu problema, não perca tempo procurando a lixeirinha para jogar o papel higiênico usado. Isso não se usa por lá. O papel é jogado diretamente no vaso.

O sistema de descarga deles é poderoso! Mas atenção: é pra jogar somente papel, ok? Absorventes e cotonetes são descartados em pequenas lixeiras próprias para isso.

 

4. On/Off: o liga e desliga das tomadas

Outra coisa em relação às tomadas é que elas só funcionam se o sistema estiver em “on”. Tem interruptor para ligar e desligar as tomadas. Se este estiver em “off”, nada acontece.

Saber disso poupa você de xingar o infeliz que te alugou um apartamento onde nada funciona. Esse é um esquema de segurança e economia.

 

5. Na rua: transporte e trânsito

dublin irlanda 09

O transporte público é eficiente. Os ônibus são confortáveis e possuem dois andares. Em cada ponto existem painéis que informam quais ônibus vão passar por ali e o tempo que você terá que aguardar. Eles só aceitam moedas, ou seja, caso você só tenha notas eles não devolvem troco. Nesse caso, você recebe um ticket para ir buscar seu troco na central.

Mas legais mesmo são os semáforos de lá. Eles possuem um botão que o pedestre aciona para solicitar preferência. E quando a travessia fica liberada é emitido um som que serve para avisar os deficientes visuais.

 

6. Os sabores de Dublin

A comida é curiosa por si só. Ou talvez seja apenas diferente, afinal é uma outra cultura. Mesmo assim vale a pena saber um pouco sobre os excêntricos sabores dali.

De manhã você pode experimentar o Irish Breakfast. É um prato feito com salsichas, bacon, cogumelo, linguiça suína, black pudding (uma espécie de linguiça de sangue ou chouriço!), tomate frito, torradas e feijão.

No almoço você pode provar o Irish Stew – carne de carneiro ensopada com batata, cebola, cenoura, aipo, alho–poró e couve-branca.

E não deixe de experimentar o Boxty ou Potato Cake, uma espécie de panqueca irlandesa feita com batata ralada, ovos e farinha.

 

7. Segurança

Dublin é uma das cidades mais seguras do mundo. Para você ter uma ideia, a polícia de lá não usa armas. Os oficiais são respeitados e considerados, e sua presença por si só já impõe respeito.

 

8. Vai comprar alguma coisa? Tenha o dinheiro na mão

Aqui não se usa o parcelamento “facilitador” que conhecemos no Brasil. Tudo se compra à vista. As exceções são bens realmente muito caros, como carros e casas.

Além desses, somente algumas empresas de fornecimento de gás e eletricidade oferecem parcelamento. O valor pode ser dividido em até 6 facilitadas parcelas semanais. Isso mesmo, semanais! Sendo assim, a primeira vence nesta segunda, a outra vence logo na próxima semana e por aí vai.

 

9. Pubs

dublin irlanda 12

Em Dublin, na Irlanda, a noite é muito viva e há pubs para todos os gostos. Aliás, os pubs irlandeses são famosos e estão entre os melhores do mundo. Não dá pra não ir. Diversão e cerveja boa!

Quer algumas sugestões? Faça uma visita ao Temple Bar; ao The Porterhouse, que fabrica suas próprias cervejas; dê uma boa esticada até The Quays. Conheça The Brazen Head; Turks Head; entre outros. Mas fique atento: tudo fecha lá pelas 2h30 da manhã.

 

10. A cerveja Guinness

dublin, irlanda 01

E por falar em cerveja, um roteiro curioso é a visita à casa da Guinness, uma das mais tradicionais fábricas de cerveja do mundo. Lá tem muita história sendo contada.

Você vai poder conferir como é a fabricação da cerveja, a história do fundador, etc. Poderá, inclusive, descobrir que a cerveja Guinness não é preta, é vermelha. É um verdadeiro tour pelo museu da cerveja. E não saia sem provar um pint (copo de cerveja).

 

11. Cultura literária

Dublin, Irlanda biblioteca

Dublin tem uma das maiores bibliotecas do mundo. Está localizada no Trinity College, a universidade mais antiga e famosa da Irlanda. Possui um acervo que gira em torno de 200.000 títulos. O mais famoso é o Book of Kells, um manuscrito. Foi escrito por monges entre o século VI e IX.

 

12. Sobre a fauna

Não existem cobras em Dublin, aliás, em nenhum lugar da Irlanda. Interessante, né? A justificativa que se ouve é que São Patrício afugentou todas.

 

Dublin, Irlanda: Nem tudo pode ser perfeito

13. Sistema público de saúde

Um motivo de reclamação é o sistema público de saúde dublinense. Deixa bastante a desejar.
Quem acha que problemas desse tipo só existem no Brasil fica pasmo quando precisa de atendimento médico gratuito.

Mas não se preocupe: basta adquirir um seguro de saúde antes de viajar pra tornar tudo mais fácil. Nunca se sabe quando vai precisar.

Dublin, a capital da Irlanda, tem ainda mais para te inspirar e deslumbrar. Se você quer vivenciar de perto essa cidade ou qualquer outro destino irlandês, confira o post completo Intercâmbio na Irlanda: entenda como funciona.